Xuxa sofre derrota judicial após processar Magno Malta

A eterna Rainha dos baixinhos sofreu uma derrota na justiça depois de ter entrado com um processo contra o ex-senador Magno Malta por danos morais. Essa foi a primeira derrota da apresentadora na justiça.

Xuxa sofre derrota judicial após processar Magno Malta

Ela entrou com o processo contra o político depois que ele fez críticas ao seu livro chamado “Maya: bebê arco-íris”, cujo tema abordado é LGBTQ+ para as crianças de uma maneira educativa e adequada.

Na ocasião o ex-senador chegou a falar que a obra da mãe de Sasha era esdrúxula e indigna. Devido a isso, ela resolveu entrar com uma ação contra ele pedindo cerca de 150 mil reais. Na decisão, ainda cabe recursos.

Théo Assuar Graganano, o juízo responsável pelo processo, julgou as palavras ditas pelo político foram criticando a obra e não quem a escreveu, ou seja, Xuxa.

O juiz justificou dizendo que ele considera o emprego dos dois adjetivos usado pelo político (esdrúxula e indignada), ainda que tenham sido revertidos de contundência o pronunciamento do réu, possui uma relação de pertinência com a crítica formulada pelo tema abordado na obra de Xuxa.

Os adjetivos utilizados foram dirigidos a obra, conquanto nem sequer publicada, não há quem escreveu.

Ele ainda esclareceu que a fala do ex-político não passou apenas de uma liberdade de expressão.

Patrícia Regina Alonso, advogada do político, comemorou a decisão tomada pelo juiz e aproveitou para ressaltar que seu cliente não fez nada além de expressar sua liberdade de expressão, garantia por lei.

Até o momento, Xuxa e sua assessoria não emitiram um pronunciamento sobre o ocorrido ou sequer comentaram se iriam recorrer a decisão tomada pelo juiz ou não.