Videos de alunos cheirando pó de corretivo líquido gera preocupação dos pais; especialistas alertam

O que muitos alunos acreditam ser apenas uma “brincadeira”, pode resultar em problemas de saúde. Vídeos circulam nas redes sociais e mostram a nova “febre” entre crianças e adolescentes: cheirar pó de corretivo líquido.

Videos de alunos cheirando pó de corretivo líquido gera preocupação dos pais; especialistas alertam

Conhecido de formas diferentes nas várias regiões do país, como “branquinho” ou “liquid paper”, o corretivo é geralmente usado por alunos que estão se adaptando ao uso de caneta e abandonando o lápis.

Não é de hoje que alunos usam esse produto para brincar, quem nunca pintou as unhas? Mas a nova febre pode acarretar problemas para a saúde. Especialistas alertam sobre o risco de intoxicação e também do agravamento de quadros de rinite e sinusite.

imagem07-04-2022-02-04-31

“Essas partículas mantidas no nariz podem provocar irritação na mucosa, levando à ardor, dor e sangramento nasal, que podem ser tratadas com limpeza nasal com soluções salina”, destaca o otorrinolaringologista Eduardo Macoto.

Uma reportagem do G1 destaca relatos de alunos no Paraná, Santa Catarina e São Paulo. Alunos relatam casos de expulsão e suspensão em escolas após envolvimento com esse tipo de brincadeira.

Nas redes sociais, a brincadeira ficou conhecida como “trend do corretivo” e, segundo relatos, chegou a virar caso de polícia em uma escola. Diversas escolas tem emitido comunicados para os alunos e pais de alunos.

A “brincadeira” é inspirada em um desafio lançado nos Estados Unidos, inspirado em uma série de grande sucesso. A série, no entanto, tem classificação etária de 18 anos e é distribuída por plataforma de streaming.