Polícia Civil não descarta tentativa de homicídio contra repórter Gabriel Luiz

  • Post category:NOTÍCIAS

A polícia civil do Distrito Federal tem intensificado as ações de busca na caçada pelos criminosos que atacaram o repórter Gabriel Luiz.

Polícia Civil não descarta tentativa de homicídio contra repórter Gabriel Luiz

O repórter foi atacado por dois homens e recebeu cerca de 10 facadas, segundo as informações preliminares.

Gabriel foi socorrido pelo porteiro do prédio onde mora, que chamou pelo corpo de bombeiros.

Bastante ensanguentado, Gabriel deu entrada no  Hospital de Base do DF (HBDF), onde precisou passar por cirurgia.

Segundo as informações do boletim clínico, Gabriel tem quadro grave, mas considerado estável.

Por conta das perfurações, o repórter sofreu um quadro hemorrágico e essa é uma das principais preocupações dos médicos.

Para a polícia, a princípio, o caso é tratado como uma tentativa de latrocínio – roubo seguido de morte.

No entanto, a polícia não descarta que os criminosos tenham atacado Gabriel de forma premeditada, o que tornaria o crime um caso de homicídio.

A polícia conseguiu recuperar a carteira de Gabriel e a faca usada no crime, mas o celular do repórter foi levado pelos criminosos.

O roubo do aparelho é o que aponta para uma tentativa de latrocínio; no entanto, a violência empregada no ataque também chama a atenção.

A polícia agora tenta identificar os criminosos e esclarecer a motivação do crime.

Segundo informações do boletim médico, Gabriel segue na UTI onde esta sendo monitorado.

A cirurgia, segundo o boletim, foi “efetiva” e agora os médicos aguardam a evolução do estado de saúde.