Padrasto de Eliza Samudio vem a óbito após passar semanas em estado vegetativo

  • Post category:NOTÍCIAS

Após passar quase dois meses, internado, Hernane da Silva de Moura, de 52 anos, companheiro de Sônia Fátima Moura, mãe de Eliza Samudio, faleceu na última quinta-feira, 21 de abril, na Santa Casa de Campo Grande.

Padrasto de Eliza Samudio vem a óbito após passar semanas em estado vegetativo

Ele encontra-se em estado vegetativo após sofrer muitas paradas cardíacas, a causa do falecimento não foi trazida a público pela unidade hospitalar.

Hernane era o pai de criação de Bruninho. Sônia contou ao portal de notícias que o neto escolheu não ver o pai sem vida, quis manter a imagem dele vivo.

Ele sofreu a primeira parada cardiorrespiratória no dia primeiro do mês passado. Conforme as informações dadas por sua companheira, a reanimação durou cerca de 40 minutos.

Para conseguir manter ele vivo, foi preciso que os médicos recorressem a intubação. No entanto, após passar dois dias ele acabou sofrendo outra parada cardíaca e as consequências da falta de oxigênio no cérebro acabou causando danos irreversíveis.

Atualmente Bruninho tem 13 anos, é fruto de um relacionamento entre Eliza Samudio e do Goleiro Bruno Fernandes.

Eliza desapareceu há 12 anos e seu corpo nunca foi localizado. O ex-companheiro dela foi condenado acusado de homicídio triplamente qualificado, pelo sequestro e cárcere privado do filho que na época havia acabado de nascer.

No começo deste ano, Bruno abriu uma loja de açaí no estado carioca.

Hernane e Sônia estavam casados há quase três décadas. Conforme as informações dadas por ela, os bons momentos com o companheiro jamais serão esquecidos.

Ela conta que no momento mais de difícil de sua vida, quando perdeu a filha, ele esteve ao seu lado sustendo sua caminhada.

Como ele era o único provedor da casa, Sônia tem pedido ajuda para conseguir pagar os gastos de casa até saber como conseguirá se manter com o neto. Nesta ano, Bruninho completou 12 anos sem nunca ter recebido um centavo do próprio pai.