LUTO! Em plena sexta-feira 13, apresentador da Globo sofre infarto e morre ao vivo

O entretenimento perdeu um dos maiores apresentadores de forma trágica e em um dia que é tido como o do azar, sexta-feira (13).

Apesar dos anos, a morte irreparável do contratado da Globo ficou marcada na história.

A fatalidade se deu em 1965, quando a Vênus Platinada entrou no ar. Na época, o canal cresceu rapidamente com o programa Show da Noite, exibido ao vivo às 22h30 e sendo apresentado ao vivo por Gláucio Gil.

Porém, no dia (13) de agosto do mesmo ano, o apresentador de 33 anos se sentiu mal no decorrer da atração e foi se deitar no sofá que tinha no estúdio. Assim sendo, o pior acabou acontecendo e Gláucio faleceu diante às câmeras.

De acordo com o diretor do programa, Domingos de Oliveira, o ocorrido deixou a todos em choque e a Globo saiu do ar às pressas.

Não demorou muito para uma multidão se aglomerar na entrada principal do canal em busca de notícias.

Vale destacar que o global morreu após um infarto fulminante. “Hoje é sexta-feira, 13 de agosto, mas até agora vai tudo caminhando bem, felizmente”, disse ele, pouco antes do pior.

ANÚNCIO

Poucos dias depois, o teatrólogo Yan Michalski, que também já faleceu, leu uma nota no extinto Jornal do Brasil e escancarou o lamentável ocorrido.

“A fatídica sexta-feira, dia 13, proporcionou-nos uma experiência que nos deixará, por muito tempo, um gosto amargo na boca.

Estávamos, por volta das 23 horas, assistindo ao Show da Noite, com Gláucio Gil entrevistando os seus convidados, como todas as noites, irradiando a sua simpatia tão pessoal, o seu estilo tão inimitável, e a sua enorme vitalidade, que tanto impressionava.”, iniciou.

“No meio do programa, resolvemos mudar de canal, para assistir a um programa de noticiário.

Poucos minutos depois, ainda dentro do noticiário, soubemos que, ao girar o botão do nosso receptor, havíamo-nos despedido para sempre de Gláucio Gil”, pontuou ele sobre a morte do apresentador da Globo.