Após se assumir semi-gay, Eduardo Costa expõe ao público sexualidade: “Eu ia gostar muito de homem”

Eduardo Costa é conhecido por falar o que pensa sem medo das críticas que isso vai gerar. Autêntico aos olhos de uns e debochado de muitos outros, o cantor sertanejo é assunto por tudo que fala.

Por exemplo, em uma entrevista ele polemizou ao dizer que era semi-gay. “Eu sou um cara muito organizado, muito ajeitado, tudo muito arrumado. Eu sou um semi-gay, eu faço tudo que um viad* faz, só não dou o c*.

Você quer gente mais organizado que o viad*? O viad*, o gay, os homossexuais, eles estão entre os homens e as mulheres, eles caminham entre eles com muita facilidade”, disse Eduardo Costa.

Em conversa com o canal Conceito Sertanejo ele afirmou ainda que tem um melhor amigo que gosta de homens.

“Inclusive, um dos meus melhores amigos é gay e ele é um dos caras mais fodas que eu conheço”, falou. Para completar, ele disse que se gostasse de homens, não teria medo de assumir isso.

“Você consegue imaginar o Eduardo Costa gay? Porque assim, se eu fosse eu seria muito assumido. Eu gosto muito de mulher, se eu fosse gay eu ia gostar muito de homem. Eu ia ser uma ‘gayzona’ mesmo”, falou. A fala de Eduardo Costa, é claro, causou uma movimentação na comunidade LGBT.

TAMANHO SATISFATÓRIO

Mulher que teve relação com o cantor, citou sobre o tamanho da parte íntima dele e deu o que falar. “Rolou tudo querida! Beija bem, tem pegada! O tamanho do ‘negócio’ é satisfatório, fiquei e foi maravilhoso!…Ele não faz sexo, ele faz amor.

Agora já é passado e não quero mais. Amigas minhas diziam que ele parava o show pra cantar pra mim, não sei se era estratégia de homem”, contou ela sobre o sexo com Eduardo Costa.