Aos 71 anos, vovó apreciadora de cerveja faz sucesso nas redes sociais: ‘Deixa muito marmanjo no chinelo’

  • Post category:NOTÍCIAS

Aos 71 anos de idade, a dona Áurea Augusta de Melo, moradora de Campo Grande (MS), segue esbanjando vitalidade, saúde, alegria e muito, muito bom humor.

Eu ainda vou ficar famosa por causa da cachaça”, brincou a idosa, que foi entrevistada pelo portal CGNews em seu aniversário.

De início, ela achava que não tinha muita coisa pra falar sobre a própria vida, mas aos poucos percebeu a riqueza de detalhes que compõem sua trajetória.

Mais recentemente, dona Áurea viralizou nas redes sociais graças à neta, Isabelly Melo, que é jornalista e narradora esportiva.

Isabelly postou um vídeo em formato de compilado que mostra sua avó tomando uma cerveja gelada feliz da vida em diversos momentos.

Ao fundo, podemos ouvir “Vamo Tomar Uma” de Zé Neto e Cristiano, que certamente ficariam honrados em conhecer e bater um papo com dona Áurea.

Segundo a neta, as fotos foram feitas nas últimas férias. “Passamos 10 dias na praia e a Isabelly me perseguindo com o celular só me gravando. Não tem jeito essa menina”, brincou a avó.

Sempre de bem com a vida, ela conta que se riu horrores ao ver o vídeo, mas ponderou: “Não bebo todos os dias, viu? Bebo aos fins de semana ou na quarta-feira, quando um sobrinho aparece aqui para visitar”.

De toda forma, a idosa se disse muito agradecida com a homenagem e a admiração que ganhou nos últimos anos, em especial dos jovens, uma vez que é considerada na capital sul mato-grossense uma “vovó descolada” que nunca diz “não” para sair e ter bons momentos com a família.

“Sou a terceira filha de 10 irmãos. Dois já se foram. Mas sempre fomos uma família muito unida, até nos momentos mais difíceis”.

Quando questionada sobre quando começou a beber cerveja, ela disse que não tem tanto tempo assim.

“Comecei a beber depois de velha. Vim do sítio, sempre morei no mato, não tinha essas coisas. Depois casei, vieram os filhos, não tinha muito tempo para diversão. Foi nos últimos anos que eu comecei a aproveitar”, afirmou ao portal Campo Grande News.

Inclusive, se tiver uma feijoada no almoço em família, dona Áurea confessa que vai para o ‘outro lado do campo’. “Aí, eu gosto mesmo é de tomar uma caipirinha”, disse aos risos.